Header Ads

Resenha | Base Stay Matte Liquid Mousse Rimmel London


Comprei essa base em Novembro/2016 e estava ansiosa para testá-la. Mas ela demorou a chegar por conta de burocracias alfandegárias ... enfim ...
Já tinha usado o primer dessa mesma linha da Rimmel London e gostei bastante, então resolvi testar a base para verificar se ela funcionaria até mesmo para uso profissional.

A Rimmel London é uma marca super conhecida, seus produtos são fabricados na Inglaterra.
Lá fora, ela é super acessivel, sendo vendida em farmácias ... aqui no Brasil como sempre, os preços são absurdos!
A embalagem é bem bonitinha, de plástico e vem com 30 ml de produto.
A textura é bem espessa, em mousse e um pouquinho só de produto rende bastante.






Comprei a cor 200 Soft Beige e errei feio rsrs, vocês verão abaixo nas fotos.
Porém não quis deixar de fazer a resenha por conta desse detalhe 😉
A questão é que as bases européias geralmente tem o fundo rosado e por esse motivo tive receio de pedir uma cor exatamente do meu tom e ela oxidar e/ou ficar muito rosada pra mim.



Apliquei com o pincel kabuki abaixo:



Minhas considerações

Bom, conclui que ela não é uma base ideal para uso profissional e nem para todos os tipos de pele.
Pessoas com pele madura, seca ou com algumas linhas de expressões devem passar longe dessa base! Ela vinca tudo !

A cobertura é alta, ela cobre bem manchas e olheiras, mas não é confortável.
Você sente que está com base e que há algo na sua pele, ela não é absorvida e nem tem efeito natural, ela deixa a pele com aspecto grosseiro tipo: " Oi! Tô de base! " rsrs 😂.

Na composição dela como vocês podem perceber, temos o Dióxido de Titânio que é um pigmento branco e além dele, temos a presença da Sílica. Ou seja, esse efeito " fantasma " que eu tive nas fotos não foi por acaso. Tirei as fotos com o Led do celular ligado e ela refletiu demais o flash por conta dessas substâncias ...



Além disso, há 4 tipos de Dimeticona na fórmula, o que potencializa super os riscos para peles sensíveis e propensas a acne e cravos. Essa substância cria uma barreira na pele evitando que a mesma transpire e fazendo com que se retenha fungos, células mortas, bactérias entre outros ... Além disso tudo, a Dimeticona também aumenta a secura da pele e torna as linhas e rugas aparentemente mais visíveis.

 Praticamente nada de maquiagem, apliquei só uma camada


💋 Consegui amenizar um pouco o " efeito fantasma " fazendo um pouco de contorno. E depois de um tempo da make pronta, deu uma disfarçada natural. Mas ainda assim, meu rosto ficou bem mais claro que o meu tom.

Conselho de amiga: fuja dessa base! rsrs A não ser que você seja novinha, com a pele mara ... rsrs

De vantagens posso dizer que ela realmente deixa a pele opaca, sequinha e fotografa bem. Maaaaas ... não é pra mim ...

Fiz um teste misturando com hidratante e ela ficou mais fluida e diminuiu o efeito " fantasma ", porém comprometeu a cobertura. Mas talvez seja uma opção para não deixá-la na gaveta né? rsrs



💡 Resumindo:


Embalagem: de plástico com 30 ml
Textura: mousse, espessa
Cheiro: um pouco desagradável
Cobertura: alta
Durabilidade: 4 horas
Transferência: após 3 horas de uso

Espero que vocês tenham gostado dessa resenha, trouxe análises mais técnicas para que vocês possam compreender melhor 😉

Nenhum comentário

Após aprovação, seu comentário será postado.
Seja bem vinda (o) e volte sempre! :-)

Tecnologia do Blogger.