Header Ads

Você sabe o que é Proporção Áurea?


Os gregos disseram que toda beleza é matemática. Se isso for verdade, então talvez exista um código matemático, uma fórmula, uma relação ou até mesmo um número que possa descrever a beleza facial.

Historicamente, muitos números diferentes foram obtidos em uma tentativa de descrever a beleza, no entanto, apenas uma relação matemática tem sido consistentemente e repetidamente relatada estar presente em coisas belas.

Esta relação particular é a "Proporção Áurea". É uma relação matemática que aparece de forma recorrente em coisas belas da natureza, bem como em outras coisas que são vistas como “bonitas”.

A “Proporção Áurea” é uma relação matemática de 1,618: 1, e o número 1,618 é chamado “Phi”.



Muitas coisas encontradas na natureza têm partes que estão em uma proporção de 1,618: 1



Desde a Antiguidade, a proporção áurea é usada das mais diversas formas, alguns exemplos são as Pirâmides do Egito, o Partenon na Grécia, a Mona Lisa de Leonardo da Vinci, e por incrível que pareça o atual visor do iPhone possui a "proporção de ouro".


Leonardo de Vinci era chamado de mestre da Proporção Áurea, a quem ele chamou de "A Proporção Divina" ou "Proporção Celestial". Ele foi a primeira pessoa a ver a presença de Phi entendendo o seu significado, pois costumava fazer diversas pesquisas sobre o corpo humano a respeito dos membros externos e órgãos internos de cadáveres sob autópsia.

 

A sequência de Phi também é usada nos logotipos de algumas empresas famosas:




 
Esses e inúmeros outros trabalhos são denominados perfeitos e harmônicos pela geometria do cálculo.

E o que isso tem a ver com beleza e estética?

A Proporção Áurea é muito utilizada pelo Visagismo para calcular o "ideal harmônico" facial e corporal.

Para determinar se um rosto é realmente "bonito", o cirurgião plástico Steven Marquardt criou essa máscara, denominada Máscara de Phi (ou Máscara de Marquardt), fundamentada nas sequências matemáticas da Proporção Áurea. A máscara é projetada em cima do rosto, dessa forma é possível analisar se um rosto é esteticamente "perfeito" e o que é necessário alterar para torná-lo "perfeito". 

 

  

 

Teoricamente, se o rosto de uma pessoa se encaixar perfeitamente na máscara significa que ela é realmente bela pois possui o rosto simétrico e harmônico.


Na sociedade atual a busca pelo belo, pelo harmônico e pela simetria perfeita faz com que cirurgias plásticas sejam realizadas com o intuito de chegar a essa "perfeição".
No entanto, podemos utilizar a própria maquiagem para deixar o rosto mais simétrico. Afinal, nosso rosto também faz parte do processo de comunicação não-verbal.

As técnicas mais utilizadas na maquiagem para obter um ideal simétrico no rosto são os contornos, iluminações, traçados gráficos ( como delineados ) e os esfumados.

Mas será que essa busca pela perfeição é saudável? E será que ela existe?

Assunto para os próximos posts 😉... 💭

Nenhum comentário

Após aprovação, seu comentário será postado.
Seja bem vinda (o) e volte sempre! :-)

Tecnologia do Blogger.